Bissau: génese de um projecto de investigação

Journal

Parece não suscitar controvérsia a ideia de que a contextualização curricular
favorece a aprendizagem dos alunos, uma vez que permite dar sentido e
utilidade aos conteúdos e às atividades que se desenvolvem na escola. Daí
a sua importância a nível educativo, em particular em África onde estudos na
área do Currículo permitiram constatar que as experiências e a estrutura
sociocultural dos alunos divergem da cultura escolar vigente, o que se torna
preocupante se tivermos em conta que a cultura dos estudantes
desempenha um papel fundamental na forma como aprendem e no modo
como os conceitos são armazenados na memória a longo prazo.
Partindo dos aspetos referidos, nesta comunicação damos conta de um
projeto de investigação ao longo do qual se pretende recolher evidências
que permitam compreender como é que as crianças guineenses que vivem
em meio rural, em particular as que têm idades compreendidas entre os 6 e
os 10 anos, aprendem a nível não-formal e informal e de que modo
influenciam o currículo e a formação de professores, para desta forma
poderem aproximar-se das necessidades de aprendizagem das crianças e
das comunidades.
Para compreensão da problemática em análise, procede-se à caracterização
do projeto, apresentam-se os objetivos e os procedimentos metodológicos a
seguir e identificam-se algumas necessidades locais de educação através de
um processo de revisão de literatura mais circunstanciado.
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

Ana Poças
Júlio Gonçalves Pedrosa Santos

Publication

Year of publication: 2017

Identifiers

ISBN: 978-989-8525-46-8

Alternative Titles